Gabriela Mota, Professor de Computação
  • Professor de Computação

Gabriela Mota

Salvador (BA)
4seguidores58seguindo
Entrar em contato

Recomendações

(8)
José Roberto, Administrador
José Roberto
Comentário · há 6 anos
Belíssimo e absolutamente verdadeiro esse texto de Eliane Brum, oportunamente postado por Camila Vaz.
Acrescentaria ainda, embora o julgue completo, mais detalhes sobre o comportamento masculino, daquele machista que vê em toda mulher uma presa, um programa, uma aventura e não se importa em coloca-la em uma gravidez indesejada, ou transforma-la na mãe que por opção, pode não querer ser.
A sedução leva à cama e de lá, de volta à vida, mas essa vida pode ter saído da cama, completamente modificada para a mulher. Já levei muito contra por ser favorável ao aborto. Mas sou, desde que responsável. Ele existe sim. É todo aborto não contumaz, ou que não tenha sua origem na irresponsabilidade. Não que nesses casos eu recomendaria ter o filho, mesmo porque filho não pode ser considerado castigo para ninguém, mas outra solução alternativa. E é isso que acontece com a mulher que engravida mas não quer ser mãe, ou não pode. Ela está sendo castigada por ter acreditado na liberdade sexual da mulher. Não falem em métodos anticonceptivos, porque eles falham. Se o homem engravidasse, certamente o aborto já teria sido legalizado. Ao homem, a liberdade sexual ficou praticamente plena e os irresponsáveis se aglomeram nas baladas a espera da próxima conquista. As mulheres também, ficam nas baladas à busca da caça, mas elas na verdade podem estar procurando alguém que lhes vitime. Vão felizes, mas muitas vezes, desavisadas. Elas engravidarão. Elas terão suas vidas mudadas. Elas trarão um novo ser à vida e pai omisso, elas é que correrão atrás do prejuízo e a elas será delegada à responsabilidade por toda a vida. Que liberdade sexual é essa?
Toda criança merece pai e mãe. Toda criança merece família, merece preocupação, amor, carinho, atenção, porque depois a própria sociedade que a fez nascer, voltará as costas ao seu abandono e cobrará da justiça medidas punitivas para tira-las de suas vistas, pois o erro que não se vê e não se partilha, passa por inexistente.

Perfis que segue

(58)
Carregando

Seguidores

(4)
Carregando

Tópicos de interesse

(48)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Gabriela

Carregando

Gabriela Mota

Entrar em contato